domingo, 21 de junho de 2009

ETERNAMENTE...

Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente!

Deus não faz rascunhos...
Nenhum dos Teus planos podem ser frustados;

Todas as suas obras lhe são claras como o sol, e seus olhos observam sem cessar o seu proceder.

É nosso dever zelar pela criação.


Por um MUNDO melhor...

sábado, 20 de junho de 2009

O rapto de Ganímedes

Na mitologia grega, Ganímedes (português europeu) ou Ganimedes (português brasileiro) era um príncipe de Tróia, por quem Zeus se apaixonou. Nas imediações de Tróia, o jovem cuidava dos rebanhos do pai, quando foi avistado por Zeus. Atordoado com a beleza do mortal, Zeus transformou-se em uma águia e raptou-o, possuindo-o em pleno vôo. Ganimedes foi levado ao Olimpo e, apesar do ódio de Hera, substituiu a deusa Hebe e passou a servir o néctar aos deuses, bebida que oferece a imortalidade, derramando, depois, os restos sobre a terra, servindo aos homens. Em homenagem ao belíssimo jovem, Zeus colocou-o na constelação de Aquário.

A lenda do rapto de Ganímedes por Zeus, o senhor do Olimpo, legitimava o ato de raptar adolescentes, dando ao costume a ritualização religiosa necessária. Zeus, pai absoluto dos deuses e dos heróis, tem as suas lendas voltadas para os amores impetuosos que sempre teve e que o levaram a raptar e amar diversas mulheres, com as quais sempre teve filhos. Para que as suas conquistas não fossem descobertas por sua colérica e ciumenta esposa Hera (Juno), Zeus usava os mais complexos disfarces para atrair as amantes: metamorfoseou-se de touro para atrair Europa ou de Cisne para amar a bela Leda. Fugindo da função dos amores fugazes e procriadores, surge a lenda de Ganímedes, um príncipe troiano que arrebatou o coração do mais poderoso dos deuses do Olimpo, fazendo-o por um momento, amante do amor que sublimava o belo, esquecendo-se da função milenar da procriação.

CATEDRAIS PROTESTANTES - I

CATEDRAL LUTERANA DA FINLÂNDIA


Catedral Evangélica Luterana da diocese de Helsínquia localizada na Praça do Senado no centro de Helsínquia, Finlândia.




A Catedral de Helsínquia foi construída originalmente em 1830-1852, em estilo neoclássico, como uma homenagem ao Grão-Duque, Nicholas I, o Czar da Rússia e até a independência da Finlândia em 1917, foi chamada de Igreja de São Nicolau (St. Nicholas' Church).


Aberta: Diariamente das 9h às 18h e das 9h às 23h de junho a agosto.Culto aos domingos, às 10h. Entrada gratuita. A entrada para os turistas é proibida durante eventos.

CATEDRAL LUTERANA DA ASSUNÇÃO - BRASIL


A Igreja da Ascensão foi fundada em 7 de outubro de 1951. O prédio tem 476,48 metros quadrados, construído no estilo neo-gótico, nos moldes arquitetônicos da cidade alemã de Colônia. As abóbadas e os arcos do templo têm 14 metros de altura e a torre principal, 58 metros.
A torre abriga dois sinos de aço trazidos da Alemanha em 1923.


O sino grande traz a inscrição em alemão Friede auf Erden (Paz na terra), já o no sino pequeno se lê Den Menschien ein Wohlgefallen (às pessoas a quem ele quer bem). Os vitrais no altar retratam no centro a ascensão de Jesus Cristo.

sábado, 13 de junho de 2009

John Knox (1515 - 1572)

Era padre escocês, cerca de 1540, começou a pregar idéias da Reforma. Em 1547 foi preso pelo exercito Francês e mandado para a França. Passou por Genebra onde absorveu de modo completo a doutrina de Calvino. Em 1559 voltou a Escócia para liderar um movimento de Reforma Nacional.

Os seguidores do movimento iniciado por Zwínglio e estruturado por Calvino se espalharam imediatamente por toda a Europa. Na França eles eram chamados de huguenotes; na Inglaterra, puritanos; na Suíça e Países Baixos, reformados; na Escócia, presbiterianos.A Escócia é uma país muito importante na história do protestantismo reformado. Foi lá que surgiu o nome presbiteriano. Por isto, alguns livros de história afirmam que o presbiterianismo nasceu na Escócia. O grande nome da reforma escocesa é John Knox. Pouco se sabe a respeito dos primeiros anos de sua vida. Supõe-se que tenha nascido entre os anos 1505 a 1515. Estudou teologia e foi ordenado sacerdote, possivelmente em 1536. Não se sabe quando e em que circunstâncias ocorreu a sua conversão. Em 1547 foi levado para a França, onde ficou preso dezenove meses, por causa de sua fé. Libertado, foi para a Inglaterra, onde exerceu o pastorado por dois anos. Em 1554 teve que fugir da Inglaterra, indo, inicialmente, para Frankfurt, e depois para Genebra, onde foi acolhido por Calvino. Em 1559 voltou para a Escócia, onde liderou o movimento de reforma religiosa. Sua influência extrapolou a área religiosa, atingindo também a vida política e social do país. Sob a sua influência, o parlamento escocês declarou o país oficialmente protestante, em dezembro de 1567. A igreja organizada por ele e seus auxiliares recebeu o nome de Igreja Presbiteriana. John Knox faleceu no dia 24 de novembro de 1587.O presbiterianismo foi levado da Escócia para a Inglaterra; de lá, para os Estados Unidos da América.Em 1726 teve início um grande despertamento espiritual nos Estados Unidos. Este despertamento levou os presbiterianos a se interessarem por missões estrangeiras. Missionários foram enviados para vários países, inclusive o Brasil. No dia 12 de agosto de 1859 chegou ao nosso país o primeiro missionário presbiteriano: Ashbel Green Simonton. [Este foi fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil http://www.ipb.org.br/ .]



Catedral de Edinburgh




Vitral da Catedral de Edinburgh - No detalhe Knox pregando ao povo





Estátua de João Knox na Catedral de Edinburgh




João Knox


Entrada Principal da Catedral



O Batistério - O anjo segurando a pia batismal




Interior da Catedral



A casa onde João Knox viveu

________________________________________


1514 – Provável ano do seu nascimento.

1536 – Forma-se na Universidade de St. Andrews e é ordenado sacerdote.

1543 – Converte-se ao protestantismo.

1545 – Torna-se companheiro e guarda-costas de George Wishart, o introdutor da fé reformada na Escócia. No ano seguinte, Wishart é martirizado e o cardeal Beaton é assassinado.

1547 – Knox foge para o Castelo de St. Andrews e prega seu primeiro sermão protestante. O castelo é tomado e Knox é aprisionado na França por 19 meses.

1549 – Começa a pastorear em Berwick, Inglaterra; torna-se afamado como pregador. No ano seguinte, conhece sua futura esposa, Marjory Bowes.

1552 – Muda-se para Londres; questiona a prática de ajoelhar-se na comunhão; recusa tornar-se bispo de Rochester. No ano seguinte, vai para a clandestinidade quando Maria torna-se rainha.

1554 – Foge para a França e depois para Zurique e Genebra; pastoreia uma congregação inglesa em Frankfurt.

1555 – Uma discussão sobre a liturgia força-o a ir para Genebra, onde pastoreia uma igreja inglesa. Volta para a Escócia, casa-se com Marjory e faz trabalho missionário. No ano seguinte, é condenado por heresia e volta para Genebra com a esposa e a sogra.

1558 – Escreve o Primeiro Toque da Trombeta Contra o Monstruoso Regimento de Mulheres, defendendo a rebelião contra governantes ímpios.

1559 – Volta para a Escócia; prega um sermão condenando a “idolatria” que provoca uma rebelião.

1560 – O Parlamento Reformador adota a Confissão Escocesa. Morre a esposa de Knox. Primeira assembléia geral da Igreja da Escócia.

1561 – Knox ajuda a escrever o Primeiro Livro de Disciplina. A rainha Maria Stuart retorna da França. Knox ministra na igreja de St. Giles, em Edimburgo e tem a sua primeira entrevista com Maria.

1564 – Knox casa-se com Margaret Stewart.

1566 – Escreve a maior parte da História da Reforma da Religião na Escócia. No ano seguinte, Maria Stuart abdica em favor do seu filho Tiago VI (1567-1625), que, com a morte de Elizabete, torna-se também Tiago I da Inglaterra.

1572 – Knox morre em Edimburgo e é sepultado na catedral de St. Giles. Andrew Melville (1545-1622), outro ex-exilado em Genebra, torna-se o principal defensor da fé reformada na Escócia.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

ÚLRICO ZWÍNGLIO (1484-1531)

Paralela à reforma de Lutero, surgiu na Suíça um reformador chamado Úlrico Zwínglio. Era mais novo do que Lutero apenas 50 dias, mas tinha formação e idéias diferentes do reformador alemão. Úlrico Zwínglio nasceu na Suíça, no dia 1º de janeiro de 1484. Seu pai era magistrado provincial. Sua família tinha uma boa posição social e financeira, o que lhe permitiu estudar em importantes escolas daquela época. Estudou na Universidade de Viena, de Basiléia e de Berna. Graduou-se Bacharel em Artes, em 1504, e Mestre dois anos depois.Em 1506 Zwínglio tornou-se padre, embora o seu interesse pela religião fosse mais intelectual do que espiritual. Em 1520 Zwínglio passou por uma profunda experiência espiritual, causada pela morte de um irmão querido. Dois anos depois iniciou um trabalho de pregação do evangelho, baseando-se tão somente na Escritura Sagrada. O Papa Adriano VI proibiu-o de pregar. Poucos meses depois, o governo de Zurique, na Suíça, resolveu apoiar Zwínglio e ordenou que ele continuasse pregando.Em 1525 Zwínglio casou-se com uma viúva chamada Ana Reinhard. Nesse mesmo ano Zurique tornou-se, oficialmente, protestante. Outros cantões (estados) suíços também aderiram ao protestantismo. As divergências entre estes cantões e os que permaneceram fiéis a Roma iam-se aprofundando.Em 1531 estourou a guerra entre os cantões católicos e os protestantes, liderados por Zurique. Zwínglio, homem de gênio forte, também foi para o campo de batalha, onde morreu no dia 11 de outubro de 1531.Zwínglio morreu, mas o movimento iniciado por ele não morreu. Outros líderes deram continuidade ao seu trabalho. Suas idéias foram reestudadas e aperfeiçoadas. As igrejas que surgiram como resultado do movimento iniciado por Zwínglio são chamadas de igrejas reformadas em alguns países, e igrejas presbiterianas em outros. Dentre os líderes que levaram avante o movimento iniciado por Zwínglio destacam-se Guilherme Farel e João Calvino.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

EJACULAÇÃO PRECOCE

É a ejaculação que acontece de forma sistemática antes do tempo desejado pelo homem, trazendo-lhe muita frustração e pouco prazer no ato sexual. Esse transtorno traz grandes problemas de desajuste para os casais, que passam a ter na atividade sexual não mais uma fonte de alegria e prazer, e sim de constrangimentos, desconfianças e brigas. E isso independe do tempo da ejaculação.

É a disfunção sexual masculina mais freqüente que existe, acometendo cerca de 25% dos homens sexualmente ativos, em qualquer idade.

Alguns homens se satisfazem ejaculando em 2 minutos, outros se julgam ejaculadores precoces se ejacularem antes de 30 minutos. Não existe um tempo normal para ejacular. O que existe entre os homens, e não existe entre os outros animais, é a capacidade de controlar a ejaculação no momento que lhe for mais adequado.

Uma das maiores frustrações do ejaculador precoce é que ele se sente incapaz de fazer a sua parceira gozar através da penetração vaginal. A relação sexual do ejaculador precoce é basicamente masturbatória, sem o coito, tão importante e necessário para ambos.

Apesar de a ejaculação precoce poder ser atribuída a algumas causas orgânicas como prostatite, uretrite, diabetes, quase sempre são de causa emocional. Podem acompanhar o homem desde o início da sua vida sexual, ou aparecer depois por motivos psicológicos.

A queixa mais freqüente do ejaculador precoce, é que ele não consegue satisfazer a sua parceira. Enquanto ele ainda é jovem e tem relativa facilidade em conseguir uma segunda ereção, ele valoriza mais essa segunda ereção; mas depois dos 40-50 anos, com a dificuldade progressiva em se conseguir essa segunda ereção, os homens voltam a valorizar mais a primeira ereção e daí procuram tratamento.

A ansiedade, mais a baixa freqüência da atividade sexual, é a causa mais comum para a maioria dos homens com ejaculação precoce. Os homens que não sofrem de ejaculação precoce são homens que aprendem a inibir o estímulo e o reflexo ejaculatório durante a sua fase de amadurecimento sexual.

TRATAMENTO DA EJACULAÇÂO PRECOCE:

O tratamento da ejaculação precoce tem que dar ao paciente a capacidade de ele perceber e controlar a sensação que antecede o orgasmo, sem que isso signifique uma ordem de disparo automático da ejaculação. Temos que dar meios de o paciente se ver “transando” com a sua parceira(o) por 5, 10, 15, 30 minutos, sem ele se preocupar com o orgasmo.

No nosso tratamento usamos a medicação injetável intracavernosa, pois ela dá ao paciente a certeza de que ele vai manter a ereção mesmo depois de ejacular, de modo a poder continuar a relação sexual até que a sua parceira atinja também o orgasmo. E isso que ele quer, é isso que ele precisa.

E por que não usar a medicação oral para isso, como muita gente pergunta? Porque com a medicação injetável fica mais fácil determinar a dose que corresponde a um determinado tempo de ereção e isso facilita muito o trabalho do psicólogo quando faz a diminuição progressiva das doses à medida que o paciente melhora, visando a retirada do medicamento e a cura do paciente. A medicação oral não permite que se ajuste a dose de acordo com a melhora do tratamento do paciente, pois não há como fracionar a dose na medida em que o paciente melhora, por isso contra-indicamos o seu uso nestes casos.

O tratamento da ejaculação precoce consiste em 2 etapas: adotamos de rotina a medicação injetável intracavernosa (primeira etapa) como meio de dar aos pacientes a certeza de ele será capaz de obter e manter a sua ereção mesmo que ejacule precocemente. Isso dará ao paciente condição de manter a penetração por longos 60 ou 90 minutos.

Sendo capaz de manter a sua ereção por mais tempo, o paciente se vê mantendo relação sexual sem se preocupar como orgasmo, pois mesmo que já tenha gozado, ele mantém o pênis ereto para dar prazer à sua parceira com a penetração vaginal. Com isso ele diminui a sua ansiedade o que facilita a segunda etapa do tratamento que é o acompanhamento psicológico. É fundamental o acompanhamento psicológico do paciente, de preferência do casal. Assim o psicólogo orienta a maneira como o homem poderá perceber e controlar as sensações que antecedem o momento do orgasmo e à medida que o homem começa a controlar a sua ejaculação, o psicólogo orienta para a diminuição gradual da dose do medicamento injetado, sendo que ao final de 2 a 3 meses esses pacientes recebem alta.

Fonte: http://www.penisnormal.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...