terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Nos Caminhos do Antigo Testamento: A Arca da Aliança



Também conhecida como ARCA DO CONSERTO, era o principal móvel de todo o TABERNÁCULO, era revestido de ouro, continha as TÁBUAS DA LEI , o POTE de MANÁ e a VARA de ARÃO.

SIGNIFICADOS:

1. Revestido de ouro: Representando a glória de Deus. Simbolizava também o TRONO DE DEUS, onde havemos de comparecer.
2. Tábuas da Lei: Aqui guardadas nunca mais se quebraram, demonstrando que Deus vela pela sua PALAVRA.
3. Pote de Maná: Simboliza o alimento inesgotável que provem de Deus e não se deteriorará com o tempo.
4. A Vara de Arão: A vara que floresce eternamente. Simboliza o ornamento de uma nova vida. Tipifica também um ministério profundo.


O PROPICIATÓRIO:

Feito não só para servir de tampa da ARCA DO TESTEMUNHO, mas principalmente para servir de lugar onde os pecados eram cobertos, sendo o lugar da propiciação, isto é, da intercessão ou lugar do perdão. Feita em ouro puro, tinha 1,10 centímetros de comprimento por 0,66 centímetros de largura. Em cima tinha dois QUERUBINS de ouro batido, um em cada ponta da tampa, que formava uma só peça com a tampa. Os QUERUBINS ficavam um de frente para o outro, olhando para a tampa. As sua asas abertas cobriam a tampa.




Era i símbolo do TRONO DE DEUS, protegidos pelos QUERUBINS. No dia da EXPIAÇÃO o SUMO SACERDOTE aspergia sobre e diante do propiciatório. A tradição sustenta que essa aspersão era feita em forma de cruz. Naquela época a expiação era feita por Deus pelo seu povo.

O MAIS SAGRADO DE TODOS OS UTENSÍLIOS DO TABERNÁCULO. (Êxodo 25: 10 ao 22).
Essa arca era o símbolo da presença de Deus no meio de seu povo, que também é chamada de ARCA DA ALIANÇA.

Recebe o nome de ARCA DO TESTEMUNHO porque continha “AS TÁBUAS DA LEI”, que eram as prescrições estabelecidas pelo Senhor na aliança do Sinai.
Na ARCA DA ALIANÇA eram guardados: AS TÁBUAS DA LEI, A VARA DE ARÃO e O POTE DE MANÁ.



Era formada por duas partes: O PROPOCIATÓRIO, uma espécie de tampa e a ARCA propriamente dita.



Feita em madeira de acácia medindo 1,10 centímetros de comprimento, por 0,66 centímetros de largura e 0,66 centímetros de altura, era revestida de ouro puro por dentro e por fora. Em toda a sua volta tinha um remate de ouro. Foram colocados quatro argolas de ouro, uma em cada canto da ARCA, por onde passavam os cabos que a carregavam. Os cabos que não eram tirados da ARCA, também feitas de madeira de acácia e cobertos de ouro puro.


Dentro dessa ARCA foram colocadas as PEDRAS DA LEI ou TÁBUAS DA LEI, dadas a Moisés no Monte Sinai, um POTE DE MANÁ e a VARA DE ARÃO.

PEÇAS DA ARCA DO TESTAMENTO

As peças guardadas dentro da ARCA DO TESTAMENTO ou da ALIANÇA eram:



# Tabuas da Lei ou Pedras da Lei: Continham os dez mandamentos para o povo de Israel, fornecido por Deus a Moisés no monte Sinai. (Êxodo 24.12; Êxodo 31.18; Dt.9.9-11).
# Vara de Arão: Brotava naturalmente como uma prova do florescimento do povo de Israel. (Números 17: 1 ao 11).
# Pote de Maná: O “PÃO DO CÉU”. Que de acordo com Êxodo 16: 32, era guardado como recordação da provisão do Senhor ao povo de Israel durante os 40 anos no deserto. Era um sinal da ALIANÇA.
flocos de maná na grama
Observação: A mitologia apócrifa judaica sustenta que o vaso do maná na ARCA, tinha sido escondido por Jeremias, ou levado por um anjo para o céu o momento da destruição de Jerusalém em 586 A.D, onde
permaneceria até que Messias chegasse(Extraído do livro apócrifo 2 Macabeus 2: 4-8)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...